domingo, 8 de junho de 2008

Noite chuvosa.




Uma noite fria e chuvosa,
uma xícara fumegante,
o cheiro da baunilha se espalhando pelo quarto.
Seu pijama (azul) xadrez,
pantufa,
um livro,
seu mundo de refúgio.
As mãos em volta da xícara,
goles aquecem o corpo,
palavras lidas que alimentam a alma,
aconchego.
E a única coisa que se espera é não mais esperar...

6 comentários:

Plum disse...

Instantes mágicos!***

Yuri de Avila disse...

O q todos sonham quanto procuram um lugar para relaxar. O cheiro de baunilha (te faz lembra de algo, um momento especial q esta guardado no mas profundo do seu ser), pijama xadrez (referença ao jogo, onde é jogado com peças vivas, e o q muito chamam de vida real), um livro (perolas de sabedoria q foram passadas por gerações e hoje vc a esta vivenciando), sem esquecer uma noite fria e chuvosa (quando vc se encontrar sem saber pra onde ir, as cegas, com dolorosas recordações e nebulosos acontecimentos) vc procura apenas um lugar para se sentir seguro.

paula, paulinha, inha disse...

Oieee

já tinha lido esse teu post e esqueci de comentar... achei lindo!
tu que escreveu???
tá poeta hein!

te adoro linda =)

fabiano Silmes disse...

Realmente instantes mágicos que permitem a vida valer a pena não podem ficar esperando...

Um grande abraço!

O empírico disse...

esperamos por esperar...

sempre?

Joyce disse...

O que na maioria das vezes as pessoas procuram hoje em dia:
um lugar onde possa apenas sentar e relaxar para esquecer dos problemas que atormentam a vida.